Dicas de cuidados com os gatos no inverno | Petzera

Dicas de cuidados com os gatos no inverno

Publicado: 25/05/2018

No inverno as chances de doenças respiratórias, nos gatinhos especialmente, aumentam muito. A exposição ao frio sem os devidos cuidados pode levar o seu amiguinho a ficar com a defesa baixa, tornando mais fácil o ingresso de agentes contagiosos que podem adoecer seu gatinho.

Confira aqui alguns cuidados para proteger seu bichano!

O frio típico dessa estação do ano é aguardado com cuidados reforçados: aquecedores, casacos, cobertores, banhos quentes, etc. Mas, não podemos deixar de lado o fato de que os animais também sentem as baixas temperaturas, principalmente os que permanecem desprotegidos contra o vento e à chuva.




Você pode não acreditar, mas debaixo de todo aquela pelagem dos gatos eles ainda podem sentir muito frio. Por mais independentes que sejam esses seres, precisam de cuidados especiais no inverno. Roupinhas, pode ser uma boa pedida, mas é importante que o bichano aceite e se sinta confortável, o que não é muito comum nos felinos.

Se os gatinhos têm o hábito de dormir ao relento, é bom arrumar um lugar coberto e seco para que fiquem seguros nesse período, já que são acomodados e escolhem um local para se aconchegar e dormir. Se ficam sempre dentro de casa, o bom é que os gatos disponham de um local quentinho e confortável. Pode colocar também um cobertor ou mesmo uma bolsa de água quente nas noites mais geladas, não esquecendo que essa localização deve ser uma área longe de correntes de ar.




A sensação de sede é menor no frio, inclusive para nós humanos, mesmo com o tempo mais seco. Então, é preciso manter o felino sempre hidratado. Os gatos desenvolvem com mais facilidade problemas como cálculos nas vias urinárias, principalmente os castrados. Por isso é sempre importante manter a água sempre limpa e abundante e oferecer uma dieta alimentar mais úmida.

A falha em cuidados simples como estes pode trazer resfriados e gripes. Diferente de nós humanos, não é tão simples curar uma gripe, pois a tosse, inflamações nos olhos, secreções nasais e espirros podem anunciar o início de algumas doenças muito mais graves. Existem gatinhos que sofrem com bronquite, ou asma, e tendem a piorar nessa época do ano porque aumentam as crises de tosse e desconforto respiratório. Filhotes e idosos precisam de mais atenção, mas isso não quer dizer que os gatinhos mais jovens não sintam frio. Então, além de todos esses cuidados durante o inverno, peça também ao veterinário a aplicação de vacina contra a gripe felina. Prevenção é sempre a melhor decisão.

Existem alguns cuidados extras que são muito importantes, como a atenção com lareiras e até velas, que decoram e esquentam a casa, mas que podem causar acidentes. Os gatos saltam por cima e devemos sempre supervisionar. Outro cuidado importante deve ser tomado antes de sair com o carro, verificar sempre se gatos de rua, ou até mesmo os seus, não estão se esquentando no calor do motor do carro. Acontecem acidentes graves, principalmente na correia do alternador.

Não dê bobeira nesse frio e mantenha seu gatinho quentinho e de bem com a vida! Se nós nos agasalhamos e nos protegemos do frio, devemos proteger os animais também!

Fonte: Portal Cães e Gatos

 

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

 

 

Nós da Petzera sempre buscamos auxiliá-lo na sua relação com o seu pet, portanto ao longo do texto, colocamos alguns links de sugestões para que possa conhecer mais sobre alguns produtos relacionados ao tema.

Espero que aproveitem!

Voltar

Curtiu nossas dicas? Inscreva-se!