Seu cachorro tem medo de carro? Saiba como tirar esse trauma | Petzera

Seu cachorro tem medo de carro? Saiba como tirar esse trauma

Publicado: 29/05/2018

Gostamos sempre de ter nossos peludos com gente, seja em viagens, passeios ou visitas a casa de parente e amigos. Mas como fazer se o seu cãozinho tem muito medo de andar de carro?

O nosso cachorro, o Baden, teve muitos problemas para andar de carro no começo. Ficava muito agitado, tremendo e chegou a vomitar 13 vezes na primeira viagem que fez com a gente! Hoje ele entra no carro com a maior facilidade! Mesmo passando mal esporadicamente...

Acho que ele já percebeu que vale a pena, ainda mais quando é pra ir na casa das vovós! Não sei como ele percebe, rs!


Então, vou compartilhar com você algumas dicas que usamos e que funcionaram muito bem para ele! Como podem ver:


 

Tire o trauma

Primeira coisa a fazer é acostumar seu cachorro a entrar e ficar dentro do carro. Uma boa técnica é você entrar no carro e apenas chama-lo. 

Não force, se ele não quiser entrar e for forçado só vamos estar piorando as coisas. É importante que ele venha por livre e espontânea vontade. Pode usar petiscos, brinquedos ou carinho como prêmio quando ele entrar.

Comece com o carro desligado e parado, apenas o recompense pela bravura! Fiquem lá por alguns momentos, faça a experiência ser agradável para você e para seu pet!

Repita esses “momentos relax” dentro carro até notar que seu cachorro entra feliz e se sente confortável.

Quando isso acontecer, pode começar a chegar cada vez mais perto da situação real: ligue o motor do carro e veja como ele reage. Talvez nesse ponto, seja legal ter outra pessoa com você, para que tenha sempre alguém junto a pet no banco traseiro para deixa-lo mais calmo. Feche as portas e veja se ele continua tranquilo. Caso ele mostre sinais de estresse, vá devagar.

Lembre-se: cada um leva o seu tempo.

Passeios Curtos e Atividades Divertidas

Eventualmente, quando ele estiver bem ambientado, leve-o para um passeio curto. Pode ser apenas uma volta no quarteirão, mas de preferência uma ida até um parque ou uma pracinha. Chegando lá deixei ele sair e dê um prêmio (carinho, petiscos, brincadeiras...). Sempre com experiências agradáveis quando ele entra no carro!

Vá observando as reações do seu amigão e se ver que está bem, pode ir fazendo trajetos cada vez maiores.

Eventualmente ele terá que entrar no carro para ir no veterinário, tomar banho e outras atividades não muito agradáveis. É importante compensar com traslados para atividades divertidas também para que ele não condicione que carro é sinônimo de veterinário.


 


Esteja sempre preparado

Primeiramente, é importante saber que, para transportar animais de estimação, você deve seguir a legislação, para evitar multas ou até mesmo acidentes. Você pode entender melhor esse assunto neste post aqui.

Além disso, é recomendável colocar uma capa de proteção para evitar encher o banco de pelos. Se a capa for impermeável também vai ser uma super prática caso seu pet passe mal e vomite durante o trajeto (acreditem, não é legal o cheiro de vômito de cachorro no banco do carro). Caso forem fazer viagens mais longas, leve também um paninho ou papel toalha para no caso dessas emergências, a capa não segura 100% por longos períodos.

 

Siga essas dicas e tenha seu pet sempre com você. Ele vai até querer andar mais vezes de carro!!!

 


Gostou do artigo? Faltou alguma coisa? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

 

Nós da Petzera sempre buscamos auxiliá-lo na sua relação com o seu pet, portanto ao longo do texto, colocamos alguns links de sugestões para que possa conhecer mais sobre alguns produtos relacionados ao tema.

Espero que aproveitem!

Voltar

Curtiu nossas dicas? Inscreva-se!